quarta-feira, janeiro 22, 2014

c.f.a

"Não te tocar, não pedir um abraço, não pedir ajuda, não dizer que estou ferido, que quase morri, não dizer nada, fechar os olhos, ouvir o barulho do mar, fingindo dormir ,que tudo está bem, os hematomas no plexo solar, o coração rasgado, tudo bem."

Um comentário:

Sabrina Brognoli d'Aquino disse...

É bom quando a gente consegue transformar a dor em uma frase bonita. Não dói menos, mas, né...
beijo!